Entrevistas

25 - "André Rieu no Magic Show, de Hans Kazan”

Programa do canal de TV holandês TROS, em 30 de agosto de 2003
Tradução: John de Jong/Sonja Harper/MérciaCosac

Nota de Sonja: "Esta tradução possivelmente não dará uma idéia muito clara acerca das mágicas e brincadeiras ocorridas, pelo fato de não se poder visualizar as cenas do programa..

Uma pequena parte desse programa pode ser visto em vídeo no CD André Rieu - Highlights 2003-2004, possivelmente ainda disponível na loja virtual do site oficial do André.

“André Rieu, o "Rei da Valsa', deixou seu violino em casa e rendeu-se inteiramente às incríveis mágicas de Hans Kazan; o grupo "Mágica Ilimitada" irá apresentar uma romântica mágica especialmente produzida para André.

(Ouve-se uma melodia de apresentação).

Boa noite, senhoras e senhores; sejam bem-vindos; e boa noite também aos telespectadores em casa! Bem vindos a este teatro, em companhia do Grupo "Mágica Ilimitada"; nem é necessário dizer-lhes sobre os truques de mágica e os números de ilusionismo que serão apresentados aqui esta noite....algumas pessoas serão levantadas no ar.... e mais tarde, teremos um convidado que tentará mover um objeto puramente através da concentração mental....

E quem é nosso convidado?

Ele é um músico muito conhecido; um dos poucos artistas holandeses conhecidos no resto do mundo. Em qualquer discoteca, não importa onde estiverem, vocês sempre encontrarão pilhas e pilhas de seus CDs. Quando ele começa a tocar seu violino, todos, espontaneamente, começam a dançar a valsa.

Vocês sabem a quem estou me referindo; ele está chegando neste momento.

Dêem a ele um grande aplauso,em ritmo de valsa!

Aqui está ele: André Rieu!

(ouve-se a "Segunda Valsa", de Schostakovitch, do repertório da JSO)

André, seja bem-vindo; sente-se.

Sim, yeah!!!

(cumprimentando a platéia)

Você já está acostumado a esse tipo de recepção, não importa em que lugar do mundo esteja.

Sim, não importa se em Nova York, ou em Tóquio; quando começamos a tocar a "Segunda Valsa, todo mundo fica de pé e começa se mover ao ritmo da música.

Deve ser fantástico; lembro-me que há muitos e muitos anos atrás, quando você estava iniciando a sua carreira, todos diziam: "Aquele homem, e seu violino...o que será dele? E agora, que já é um sucesso internacional, há algo com que você ainda sonhe?

Claro que sim; este era o meu sonho; vivo dentro dele. Desde garoto, costumava sonhar em viajar pelo mundo com a minha própria orquestra. E é o que faço agora.

Um sonho realizado; eu agora lhe mostrarei uma coisa que também tem a ver com sonhos...então, André, se você olhasse para esse espelho, o que veria?

(André olha no espelho; faz uma careta e ri; ambos riem).

Vê a si mesmo, naturalmente; agora vamos girar esse espelho...e você pode bater nele... para certificar-se que é real; isso é importante. Vou agora tirar o espelho da sua moldura....segure o espelho bem firme! É importante que você possa ver que é apenas um espelho...nada de especial....

Sim, sim.

(André olha no espelho com cuidado, e o toca... bate nele...)

OK...vamos colocar o espelho de volta em sua moldura.... ok... tudo verificado? Você sabe que esse espelho é um objeto sólido e que não se pode tirar nada de dentro dele...somente se acreditar, ou desejar fortemente...poderá fazer acontecer coisas maravilhosas...então, que vamos fazer com esse espelho? Vamos colocá-lo neste saco...que bom que você está me ajudando.... pois está um pouco difícil... vamos fechar o zíper até em cima...

Ok!

E aqui você tem uma agulha de costura; quer inspecioná-la para mim? Segure este espelho bem em à sua frente....

Sim.

Agora vou mostrar-lhe algo especial: se você acreditar que este espelho não é um objeto sólido... que pode tirar coisas de dentro dele... tudo bem!

Sim.

Então... tudo torna-se possível....

Sim.

Segure o espelho e o espete com a agulha; pode espetá-lo em vários pontos.

(Hans espeta o espelho em vários pontos)

Posso fazê-lo?

Sim, e o que é mais interessante: não só pode atravessá-lo com a agulha, como também pode torná-lo flexível. Pode até dobrá-lo ao meio....com muito cuidado....André ri, e diz: "Onde está o outro espelho?"

Agora, André: o melhor de tudo...não existe outro espelho!

Você me deu o outro....lá...

Veja: vamos abrir o zíper do saco; como você pode ver...é o mesmo espelho que você havia inspecionado. Se quiser, pode inspecionar de novo...se quiser...é o mesmo ... ou não?

Sim, sim; maravilha! (aplaudindo)

Mágicos que não fazem truques com cartas não são levados a sério; então eu trouxe duas cartas comigo...o que contêm... não importa.... mas, sim, o que vamos fazer com elas. Vou dobrar esta em duas... formando uma espécie de tubo....vou dobrá-la no sentido do comprimento; a outra carta...o nove de paus, vou dobrar no sentido da largura... assim......o que vou fazer agora?

Com essas cartas fiz um pequeno tubo... colocando uma dentro da outra....esta carta colocada sobre a outra; agora vou dobrá-las invertidas...e você pode deslizar esta aqui através da outra...

Instantes atrás elas estavam invertidas....

Sim; agora veja...isto aconteceu porque este é um tubo reversível. Observe o que acontece quando eu empurro esta carta vagarosamente para trás... verá que esta carta ficou invertida. (André ri)

Sim, veja....muito bem.... se fizermos assim...você verá o lado de trás da carta.

Posso puxar esta carta inteiramente para fora?

(André pega a carta e tenta puxá-la para fora).

É fácil, Sr. Rieu: você não pode me conduzir; sua orquestra, sim, mas não eu. (ambos riem).

Sim, sim...você quer saber como elas ficam invertidas a meio caminho, dentro do tubo. Vou lhe mostrar...rasgue as duas cartas em duas metades e eu as colocarei à sua frente, sobre a mesa...vou fazê-lo muito devagar..., de forma que todos possam acompanhar...vou virar o tubo para baixo... assim...vai observar que uma das metades da carta tem a figura...e a outra metade, o lado de trás.

E, naturalmente, você quer saber o que há dentro do tubo...na verdade, não há nada dentro dele; é só um pedaço de carta de baralho...nada mais! E esta carta mostra o lado de trás, e a outra, o lado da figura.

Então, André, as duas metades ajustam-se entre si formando uma carta de baralho (aplausos).

É só um truque de mágica; digo sempre que a mágica ésó um item a mais, justamente como os músicos, quando desejam incluir números extras em suas apresentações.

Vamos apreciar, agora, o Oscar, o Renzo e a Mara; eles vão apresentar um jogo de adivinhação que termina de um modo maravilhoso; espero que vocês gostem, como eu gostei ao vê-los ensaiando.

Vamos assisti-los...o público em casa também; e aqui no estúdio, vamos aplaudi-los calorosamente: Oscar... Renzo... e Mara!

(Oscar, Renzo e Mara fazem uma apresentação).

Foi impressionante, não foi?

Foi maravilhoso...sempre digo que as maravilhas do mundo ainda não acabaram...

André, que você tem dom para a música não há dúvida; porém há pessoas que têm outras inclinações artísticas; geralmente têm uma boa sensibilidade para as cores também...você tem alguma inclinação para cores?

Sim, penso que sim.

Tentei sintonizar-me com você...foi um pouco difícil, porque você é uma pessoa muito interessante, mas um pouco refratário. (André parece chocado com a observação)...pelo menos, foi o que senti, mas ainda assim, tentei entrar em sintonia com você: vou fazer uma previsão sobre a escolha que você vai fazer; eu trouxe comigo três objetos antigos...são aquelas carteiras... com fechos.

Sim, sim.

Vou colocá-las aqui sobre a mesa e então lhe direi qual das cores você vai escolher...e espero acertar. André, vou dizer-lhe que cor você vai escolher... a cor na qual está pensando neste momento... branco, verde ou vermelho?

Vermelho... a cor do amor.

Abrirei a carteira vermelha; ela contêm uma pequena nota... nada mais...e então vou lê-la, pois assim, em casa, o público também saberá o que está escrito. Você gostaria de ler e nos dizer o que está escrito?

Tenho que colocar os meus óculos..."Você escolheu a cor ... vermelha!"

Como é possível?

O mesmo deve estar escrito em todas as carteiras.....

Você é bem desconfiado....mas sabe de uma coisa? Faça-me um favor... e escolha uma das outras duas cores!

Verde.

Foi muito rápido... ele disse..."verde"; vejamos se há uma nota aí dentro também...penso que não, mas... sim.... há; gostaria de ler esta também?

"Sua segunda escolha é ... verde.."

A segunda cor que você escolheu foi o verde; significa que eu sabia que sua primeira escolha seria o vermelho, e a segunda, o verde...e também sabia que deixaria a branca para mim...vazia....mas, não...ela também contêm uma nota...mas é uma nota de 100 Euros...e vou ficar com ela para mim.

Ah, obrigado...yeah!!

(André pega a nota de 100 Euros.)

Vou colocar esses objetos aqui... e vou lhe dizer, André, nós temos... não seja tão curioso...

Eu queria ver como você fez isso....

(Hans coloca um pequeno cilindro, um pedaço de vidro e uma moeda sobre a mesa)

Temos... vou esconder isto em minha mão (a moeda)...vou te contar...simultâneo à apresentação deste programa, temos um site onde as crianças podem aprender a fazer truques de mágica. Quando clicarem em www.TROS.nl/Kazan, então podem aprender a fazer mágica. Na maior parte do tempo, faço truques simples, adequados para crianças...mas eu... tire as mãos daí ... (dirige-se a André)... mas, de qualquer forma... vou lhe mostrar: tenho aqui uma moeda... por favor.... examine-a.... é uma simples moeda..... nada incomum.

(André verifica, usando os seus óculos).

É um moeda de 50 centavos de Euro.

Uma moeda de 50 centavos de Euro...e lhe digo o que iremos fazer. Coloque a moeda neste pequeno pedaço de papelão; este é um truque que todo mundo em casa conseguirá fazer esta noite. Aqui temos este cilindro...e vou colocá-lo sobre este pedaço de vidro...espere um segundo... o cilindro está vazio... e o que vamos fazer com ele? Vamos colocá-lo sobre o pedaço de vidro...assim... agora viramos o conjunto de cabeça para baixo, e colocar o cilindro e o pedaço de vidro sobre a moeda...assim... fique olhando para a moeda.

Sim.

Agora...vai acontecer...; bato na mesa....

A moeda sumiu.

Não, não sumiu...porque você diz isso? A moeda ainda está aqui.... quando bater na mesa de novo, ela pulará de volta passando através do pedaço de vidro...lá vem ela: um, dois...bang!

(André fez um comentário, mas não foi possível entender o que disse)

Veja....aqui está a moeda, e ela estava por baixo do vidro...não é surpreendente?

Sim, sim; como fez isso?

Vou lhe contar... vou lhe contar.

Estou curioso.

André....você pode descobrir como...visitando o nosso site...

Ah, sim.

Então quando chegar em casa esta noite, vá direto para o seu computador.

Sim, farei isso.

E como todas as outras pessoas, deverá clicar em www.tros.nl/Kazan... e na próxima vez... você não só tocará o violino soberbamente, mas estará apto também a fazer mágicas.

Já é possível fazer isso hoje à noite mesmo?

Mas naturalmente que sim! Eu lhe darei estes objetos para levar para casa, e então poderá fazer demonstrações para todos. E.. outra coisa.... como muitas crianças aprendem esses truques, geralmente nós as convidamos para apresentarem-se aqui; algumas delas agora apresentar-se-ão para nós.

(Duas crianças apresentam-se, fazendo alguns truques)

Ela será uma mágica muito boa - (diz André, enquanto observa uma garota fazendo truques)

Vamos falar agora sobre telecinesia; trata-se de um fenômeno onde ocorre a movimentação de um objeto somente com o poder de concentração da mente.

Acho isso fascinante....

Sim, e é; têm sido feitas diversas pesquisas em universidades, para ver se as pessoas podem realmente mover objetos através da pura concentração.

Como com colheres ou algo assim?

Sim, correto... agora, há mais um truque que eu quero lhe mostrar esta noite; já foi feito inúmeras vezes, e para isso usamos uma caixa de fósforos. Por favor, examine-a muito bem...aqui está um palito de fósforo... nada de mais.... mas verifique de qualquer forma.... para depois não vir dizer que havia algo especial aqui; há um buraco na caixa, que servirá para um propósito.

Compreendo...

Ok, empurre o palito completamente através do buraco... assim... o palito está bem no meio da caixa. Vou colocá-la ....aqui... e aqui estão alguns pedaços de papel... pode dobrá-los de forma que se pareçam com um chapéu...já os dobrei uma vez para marcar as dobras, pois senão ficaria muito difícil.

"Ahem"...yeah!!!!

Ei! Você já fez esse truque alguma vez?

Ah, sim; muitas vezes!

De verdade? Você tem talento para isso?

Não, só no palco.

Ok, vamos ver o que vai acontecer... vou lhe mostrar....dobre neste ponto aqui...vire para baixo...assim... temos que balancear tudo... é o mais importante, e o mais difícil...ok, ...ficará ... antigamente havia pessoas que, supostamente, podiam fazê-los moverem-se.

"Ahem"!

O que eles realmente faziam era passar as mãos sobre a caixa e soprar muito levemente, de modo que os papéis dentro da caixa pareciam estar se movendo.

"Ahem"!.

Muitos acreditavam nisso, até que alguém descobriu como funcionava; temos que vedar tudo muito bem...é por isso que temos uma cúpula de vidro que colocaremos sobre a caixa. Pode soprar até cansar, mas não conseguirá mover os papéis; é impossível....mas você vai tentar movê-los ...vou irradiar energia para você, colocando minha mão sobre a sua cabeça... e isso é tudo...olhe bem dentro dos meus olhos... sente a energia?

Sim.

Ok, com a sua mão esquerda mantenha essa distância e concentre-se naqueles pedaços de papel; tente movê-los, só com a força do pensamento....

(e virando-se para o público, Hans diz: observem a seriedade da expressão de seu rosto)...

... Ok, André, vá em frente! Veja...realmente estão movendo-se... muito bem... mantenha assim... muito bom... muito bom.... Ok.... agora relaxe...é inacreditável, André; você conseguiu!

Sim.

Um simples pedaço de papel sob uma cúpula de vidro...

Yeah!

Um simples palito de fósforo...e você pode movê-lo....

Sim, sim....

Você pode movê-los; fez muitas coisas...fez os objetos moverem-se só com a força do pensamento...viu quebra-cabeças insolúveis...

E minha última pergunta ... a mais importante... é: você é um romântico?

O que você acha?

Penso que sim.

Sou.

Ótimo; então, especialmente para você, vamos apresentar um número de mágica muito romântica...espero que goste....relaxe... e somente observe....juntamente com todo o público, em casa, e aqui no estúdio.

Um cordial aplauso para Oscar, Renzo e Mara... Mágica Ilimitada!

(ao som de uma melodia, Renzo e Mara apresentam um novo número de ilusionismo).

André, foi muito bom tê-lo aqui conosco como nosso convidado... e espero que tenha gostado do programa.

Acho que foi fantástico; excelente! Você me fez até flutuar em alguns momentos.....

Com certeza voltaremos a nos encontrar em outra oportunidade; mas, agora temos que dizer adeus aos nossos ilusionistas Oscar, Renzo e Mara... Mágica Ilimitada!

E um cordial aplauso para o nosso convidado: o primeiro e único... André Rieu!

"Hey...hey...!!!"

(André, despedindo-se)